in

Como fazer chinelos de borracha – Transfer

Transfer Sandália
Transfer em Chinelos

O negócio de produtos e acessórios personalizados tem crescido cada vez mais e gerado lucros e possibilidade de renda extra para quem escolhe ingressar nesse ramo.

Se você está pensando em como aumentar a renda da sua família, hoje vamos te apresentar à técnica Transfer para a personalização de chinelos de borracha. Vamos lá!

Por que ingressar no ramo de personalização de chinelos

Frequentemente as pessoas procuram produtos e acessórios únicos, a fim de fugir do óbvio e ter algo que mais ninguém tem.

Para se sentirem especiais, as pessoas estão dispostas a investir quantias mais elevadas. Assim é que você ganha mais dinheiro!

O valor investido em peças, materiais e equipamentos decerto será recompensado com a criação da sua própria lista de clientes.

Ao passo que você aperfeiçoa suas técnicas e melhora a qualidade do seu produto, maior pode ser o seu valor.

Como funciona a técnica Transfer

Essa técnica é muito popular entre os profissionais da área, pois é muito fácil de fazer. Por outro lado, por ser um processo repetitivo, pode ser demorado e dificulta a entrega de pedidos muito grandes.

Deve-se executar o procedimento duas vezes por par, sendo em um pé e em seguida o outro. O que facilita é que, depois da preparação, todo o processo leva menos de cinco minutos.

Material

O investimento é relativamente baixo, visto que o equipamento de maior valor é prensa térmica. Veja a lista:

  • Impressora: optando por uma tradicional, dê preferência às da marca Epson, pois elas têm uma performance melhor com a tinta;
  • Tinta sublimática: algumas impressoras não aceitam essa tinta, por ser específica para esse tipo de arte;
  • Resina: para que a arte se fixe adequadamente, é preciso que a peça seja preparada;
  • Papel sulfite ou para sublimação: o papel sublimático é o mais indicado, uma vez que tem menos chance de algo sair errado;
  • Estampa: as possibilidades são infinitas. Escolha a que mais lhe agrada e ao seu cliente;
  • Lixa: para garantir um acabamento impecável e profissional.

Processo do Transfer

Primeiramente, é preciso que a peça virgem seja trabalhada para que possa receber a estampa e a fixação seja durável.

  • Antes de tudo, comece passando a resina em toda a superfície que vai receber a arte;
  • Imprima a estampa escolhida no tamanho desejado;
  • Posicione a peça resinada sobre a imagem, de modo que o desenho fique posicionado corretamente;
  • Você pode colocar uma fita a fim de garantir que nada vai sair do lugar;
  • Em seguida, leve a peça e a arte para a prensa térmica e regule a temperatura a 90°C, de 30 a 40 segundos, em pressão leve ou média;
  • Passado o tempo, retire o chinelo da prensa e remova o papel, este deve sair sem nenhuma dificuldade;
  • Você pode usar uma lixa para retirar qualquer imperfeição ao redor do chinelo;
  • Retorne o chinelo à prensa por mais 10 segundos, na mesma temperatura e pressão, você pode colocar um papel manteiga para proteger o desenho;
  • Por fim, retire e espere esfriar para recolocar as tiras.

A técnica Transfer garante flexibilidade e elasticidade ao desenho, e assim ele se torna muito mais durável.

Dicas

Você pode trocar as tiras e adicionar pingentes ou pedrarias para que o acabamento fique ainda mais bonito. Ouse nos modelos e cores e escolha a que mais combina com a sua arte e o gosto do seu cliente!

Certamente você vai ver o reflexo do seu esforço e investimento no retorno que um trabalho de qualidade vai lhe dar.

Então é isso!

Sabendo tudo sobre essa técnica muito comum para personalizar chinelos, é hora de colocar a mão na massa! Certamente você não vai se arrepender. Para mais dicas como essa, dê uma olhada em nossos outros artigos e aumente suas ideias!

4 Comentários

Deixar uma Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Melhor maneira de cortar borracha

Como aproveitar melhor as placas de borracha microporosa?

Como utilizar eventos sazonais para vender mais sandálias?