in

Vender chinelos – qual mercado devo atender?

Publico Chinelo
Como Vender Chinelos

Ao ingressar em qualquer ramo de negócios, é de suma importância que você sane todas as suas dúvidas antes de arriscar algum investimento, e certamente não seria diferente com a ocupação de vender chinelos.

Primeiramente, você precisa entender que não se trata apenas de escolher o maquinário certo, os materiais adequados e otimização do trabalho mecânico.

Por isso, você precisa se entregar ao aprendizado do seu público, entender suas necessidades e expectativas e apoiar o seu desenvolvimento criativo nas informações certas.

Assim, decidir para qual subgrupo do mercado você focará suas vendas é fundamental para que você possa nortear suas operações corretamente.

Dessa forma, trouxemos hoje um material completo, a fim de esclarecer as principais diferenças entre os subgrupos do mercado de calçados e os detalhes aos quais você não pode ignorar ao ingressar em algum deles.

Tipos de mercado para vender chinelos

Em primeiro lugar, vamos entender quais os principais tipos de mercado nos quais você pode ingressar e entender as principais diferenças entre eles.

Em síntese, são três grandes grupos: atacado, varejo e personalizados.

A princípio, muitas pessoas se enganam ao pensar que, se tratando de comercialização de chinelos artesanais, estarão ingressando no mercado de personalizados, mas não é bem assim.

Para que possamos esclarecer definitivamente esse assunto, vamos à uma rápida definição de cada grupo:

  • Atacado: chinelos produzidos e comercializados em larga escala. Normalmente são empresas e profissionais que produzem peças simples e cruas para abastecer outras lojas e profissionais que desempenharam algum esforço para modifica-los e vende-los em escala menor;
  • Varejo: chinelos produzidos em escala muito menor em comparação à anterior, que recebem muita atenção quanto à design. É aqui que ingressam profissionais que decidem atuar produzindo o comercializando chinelos customizados, por exemplo;
  • Personalizados: um mercado bem menor e menos exigente, é onde começam os amadores da arte de fabricação de chinelos. Aqui, a qualidade, design e técnicas têm licença para falhas e aprendizado, pois é um tipo de mercado aberto à experimentos e aperfeiçoamento.

Vender chinelos no atacado

Agora que sabemos um pouco melhor a diferença de um mercado para o outro, vamos então nos aprofundar um pouco nas peculiaridades de cada um e o que você precisa para arrasar nas atividades.

Em primeiro lugar, o mercado de atacado é extremamente competitivo em qualquer aspecto. As empresas e profissionais da área trabalham com quantidades enormes de peças e, assim, a linha de produção deve funcionar sistematicamente e da maneira mais eficiente possível.

Os valores de cada peça individualmente é drasticamente menor do que os encontrados no varejo, para que a competitividade do mercado seja assegurada e que seja possível comercializar lotes de larga escala.

Dessa forma, a margem de lucro em cada peça é menor, pois o mercado lida com quantidade e é assim que assegura o lucro mesmo com preços individuais baixíssimos.

Se acaso opte por ingressar nessa área para vender chinelos, você deve dar total atenção à sua linha de produção, para que tudo seja feito de maneira rápida e haja lucro além da cobertura de despesas fixas e variáveis do seu negócio.

Vender chinelos no varejo

Em síntese, nesse mercado é tudo sobre conhecimento e inovação. Aqui você terá contato direto com o consumidor final do produto e entender o mercado é primordial.

Primeiramente, definir o público alvo é necessário para começar o entendimento e conhecer a fundo as informações que nortearam suas operações.

Isto é, no varejo é possível escolher se você atenderá público infantil, moda praia, peças para o dia-a-dia, chinelos com temática festiva, etc.

Dessa forma, ao definir o seu público alvo, você deve focar na inovação. Apresentar novidades aos seus compradores é a chave do sucesso no mercado do varejo.

Em razão de ser um mercado extremamente acirrado no quesito criatividade, você deve ter a sua afiada para conquistar seus clientes a cada venda.

Por isso, abuse no aprendizado de design, cores e elementos artísticos, mas com parcimônia. Conhecimento em design é primordialmente importante para vender chinelos neste mercado.

Personalizados

Se acaso você está realmente começando agora e não tem nenhuma experiência com nada relacionado à fabricação e venda de chinelos, esse é o seu mercado.

Aqui a rotatividade de profissionais é alta, pois ao adquirirem experiência suficiente e aperfeiçoarem suas técnicas, logo migram para algum dos grupos anteriores.

Vender chinelos personalizados funciona basicamente como uma escola do mercado, onde você pode tentar e experimentar o que achar melhor sem grandes preocupações.

O público é seleto e crítico, geralmente composto pelo círculo social do próprio profissional e seus arredores.

Sem dúvida, uma das principais características desse mercado é a facilidade (e necessidade inegável) de um feedback ao vender chinelos, pois é nele que você apoiará o seu aperfeiçoamento.

Por fim, esperamos ter ajudado com mais este conteúdo e que agora você se sinta mais seguro em escolher o mercado no qual quer vender chinelos.

Para mais conteúdo como este, nos acompanhe! Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

carimbo para chinelo

Carimbos para chinelo

Comprar sandálias

Comprar chinelos não é mais como era antigamente